Fotógrafo de casamento que trabalha em Home Office...Pode?

Há alguns dias eu levei um susto ao conversar com uma noiva. Nós estávamos a caminho de fechar um contrato de casamento. A etapa final seria marcar um encontro para tomarmos um cafezinho e acertar os últimos detalhes. Dai veio uma pergunta: Você tem escritório? Prontamente eu respondi que trabalho em Home Office e que normalmente atendo minhas clientes em Cafés (aqui em Recife há muitos, cada uma melhor que o outro). Outras clientes já haviam perguntado e a resposta sempre é essa e a conversa continua fluindo. Mas com esta noiva foi diferente...

Esperei por um retorno dela, mas isso nunca aconteceu. Nenhuma resposta! Fiquei a ver navios! Então eu deduzi que para ela é importante que um fotógrafo de casamento tenha um estabelecimento comercial. Diante desta experiência eu resolvi compartilhar com vocês um pouco sobre o que penso a respeito desse assunto.

No post falarei sobre minha escolha por trabalhar em Home Office....vou defender meu ponto de vista é claro, mas sei que muitos profissionais só funcionam com escritório. O meu intuito hoje é abrir a mente de dos clientes para esta questão.

No final vou mostrar o meu cantinho para vocês! Tudo organizado e confortável para eu trabalhar da melhor maneira possível!

Para começar o assunto vou voltar alguns anos no tempo....eu já tive uma sala onde atendia meus clientes...isso foi entre 2013 e 2016 mais ou menos. Eu dividia o espaço com outra empresa e sinceramente não achava legal.

Por que?

- Eu tinha que acordar muito cedo todos os dias e pegar um trânsito horrível;

- Ficava presa em uma sala esperando reuniões que de última hora eram desmarcadas;

- As pessoas atribuíam mais credibilidade a minha fotografia do que ao espaço físico que eu tinha;

- Eu não tinha o conforto da minha casa para relaxar em momentos de estresse;

- Meus materiais ficavam espalhados entre o escritório e a minha casa;

- As minhas contas eram em dobro (casa e escritório);

- Havia mais desgaste do meu carro, além do consumo excessivo de gasolina;

Por esses e por outros motivos eu preferi trabalhar no conforto do meu lar.

Esta é a realidade de muitos fotógrafos e prestadores de serviço. Não precisamos ter um escritório para desenvolver nossas atividades diárias. Precisamos, é claro, ter muita disciplina e encarar o Home Office como um local de trabalho, onde não pode haver distração e perda de foco.

Vendo pelo lado da noiva eu acho que isso até desagrega custo no orçamento que enviamos. Sem dúvidas um profissional que mantém um escritório precisa cobrar mais para pagar as despesas de uma sala comercial.

Trabalhar de casa é uma realidade atual, estamos numa era em que o bem estar e qualidade de vida são cada vez mais almejados pelos trabalhadores. Isso é tão verdadeiro que até mesmo repartições públicas, como a Receita Federal, já começaram a implantar o teletrabalho.

No mundo em que vivemos a tendência é tornar tudo mais eficiente, é fazer mais com menos.

Agora vou abrir as portas e mostrar para vocês meu Home Office! Ainda quero melhorar muitas coisas, pendurar algumas fotos, mas por hora ela me agrada bastante com seu toque minimalista!

Na minha opinião, o trabalho do fotógrafo não pode ser mensurado pela não existência de um escritório. Temos vários locais agradáveis para encontrar com clientes, além disso é muito mais legal ter uma conversa em um ambiente descontraído, longe da seriedade de um escritório!

Se você se identifica com isso deixa um comentário. Se não concorda, fala também....toda opinião é válida para mim!

Beijos e até a próxima!

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

Capturando hoje os momentos que vão surpreender seu coração amanhã!

  • IG_IG
  • Whatsapp_Zap
  • Face_facebook
  • pintrest_pintrest

(81) 99540-7600

contato@izabelaalves.com

© Todos os direitos reservados